A 4ª edição do Congresso dos Pescadores aconteceu nos dias 26 e 27 de abril, em um local bastante característico para a classe pesqueira do município, a orla de Bragança.

Com o tema: Jesus acalma a tempestade, o evento teve a abertura na sexta-feira, onde a ministração da Palavra foi feita pelo Pr. Nazareno de Aquino, vindo da cidade de Acaraú no Ceará.

O ápice das ministrações, foi a conversão de mais de 30 almas, que publicamente aceitaram Jesus como seu salvador.

Como acontece desde o primeiro congresso, o coral de homens do campo de Bragança, Monte Carmelo, adora a Deus com louvores ensaiados ao longo de várias semanas.
Neste ano em especial, alguns membros deste grupo vieram vestidos com roupas que representam os marinheiros.

O idealizador deste movimento é o Diácono Geraldo Gonzaga, que ombreado por diversos irmãos e empresários, entre eles a irmã Lidiane Fernandes, mobilizam obreiros, pastores, músicos, missionários, evangelistas entre outros, com o propósito de alcançar almas para o Reino de Deus.

Tanto na sexta como no sábado, a orla de Bragança foi tomada por diversos membros da Igreja que foram adorar a Deus às margens do Rio Caeté.

Diversos louvores foram entoados, levando os presentes a uma profunda adoração a Jesus
Pr. Marcelo Castro foi o ministrante da segunda noite de congresso, com uma mensagem bastante contextualizada com as vivências dos pescadores no mar, foi o porta-voz de Deus aos presentes.

Este é o segundo ano que o evento é coordenado pelo Pr. Carlos Natalino, que faz suas considerações sobre o Congresso dos Pescadores.

Apesar da chuva, o povo de Deus continuou cultuando ao Senhor, assim o Congresso dos Pescadores torna-se a cada ano relevante na programação da Assembleia de Deus em Bragança.







































COMPARTILHE O POST:
COMENTÁRIOS:
0

Comentário(s) pelo facebook:

Comente pelo Blogger !